Francesinha | SaborIntenso.com
SaborIntenso.com
Publicado a 22-02-2013, 09:45
por Paladares da Paparoca
Receita de Francesinha
Ingredientes para o Molho:
  • 1 cerveja
  • 1 caldo de carne
  • 2 folhas de louro
  • 1 colher de sopa de margarina
  • 1 cálice de brandy ou vinho do porto
  • 1 colher de sopa de farinha maizena
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 1 dl de leite
  • piripiri q.b.
Para a Francesinha:
  • 2 fatias de pão de forma
  • fiambre qb
  • queijo qb
  • salsichas qb
  • linguiça qb
  • carne assada ou bife q.b.
Preparação do Molho:

Dissolver bem a maizena com o leite e juntar os restantes ingredientes.
Com a varinha mágica triturar, levar ao lume até ferver e engrossar um pouco mexendo para não pegar no fundo.

Preparação da Francesinha:

Fazer uma sandes com os ingredientes e cobrir com queijo.
Colocar no centro de um prato e regar com o molho.
Levar ao forno a gratinar.
  #1  
Antigo
17-07-2015, 16:50
2
As francesinhas à moda do Porto.

Já muitas coisas foram ditas e escritas sobre as francesinhas, mas nunca é demais insistir em alguns esclarecimentos.
É uma sanduíche especial que a cidade do Porto adoptou, inicialmente nas cervejarias, porque foi aí que ela nasceu. Trata-se duma variante com muita imaginação e inovação duma sanduíche francesa.
Entre duas fatias de pão é colocada mortadela, fiambre, linguiça, salsicha fresca, um pedaço de bife ou fatia de carne assada e depois é prensada para aquecer. Acaba-se bem envolvida em queijo que será derretido com calor, e finalmente bem regada com um molho, normalmente picante e bem quente. Depois come-se com faca e garfo e a cerveja é o complemento ideal.
Esta foi durante muitos anos uma iguaria usada nas cervejarias do Porto que lutavam para apresentar a melhor Francesinha.

Eu tive o privilégio de ter provado muitas das boas francesinhas na década de 70, porque os preços muito acessíveis não faziam grandes desfalques na carteira dum estudante.

O segredo está no molho! Cada “casa” procurava surpreender pela qualidade e sabor apurado do seu molho, cativando os clientes.
Mais tarde, a introdução do ovo estrelado e das batatas fritas vieram a guarnecer as francesinhas que se espalharam um pouco pelo norte de Portugal e actualmente por todo o país.

Hoje tenho saudades daqueles sabores que tenho na memória. Mas quando vou ao Porto, ainda sei onde devo ir saborear aquele pitéu, mas confesso que nos últimos anos já apanhei muitos “barretes”

A necessidade de simplificação, fazem com que os vários molhos tenham perdido qualidade com sabores desagradáveis dos pré-preparados e dos conservados.
Lá aparece um ou outro sítio onde ainda vale a pena ir comer uma francesinha.

Eu tenho a minha receita, o meu segredo, não uso as batatas fritas nem ovo para acompanhar e tenho surpreendido muita gente pela positiva.

A sugestão que vos dou, é que o forno do fogão lá de casa serve perfeitamente para fazer francesinhas. O molho é uma questão de inventar e ir aperfeiçoando conforme os gostos pessoais.


Bom apetite.
 
LinkBack Ferramentas do Tópico
Copyright © 2009-2019 SaborIntenso®